O Projeto Erasmus KA2“Come on Kids, the nature waits for us!” em Mersin, na Turquia, país coordenador.

    O Projeto “Come on Kids, the nature waits for us!” teve a sua última mobilidade entre 25 e 31 de março, em Mersin, na Turquia, país coordenador. Todos os profissionais desta escola nos envolveram ao longo da semana nas diversas atividades, não se poupando a esforços para proporcionar um ótimo ambiente de trabalho na apresentação e partilha do trabalho que desenvolvem com as suas crianças no jardim-de-infância, com a comunidade e com outras instituições que partilham esta mesma filosofia: A Natureza Espera Por Nós.
A agenda foi muito variada:
• foi-nos proporcionado o envolvimento com o trabalho na instituição que promoveu este projeto, participando e assistindo a danças, jogos e atividades desenvolvidos pelas crianças;
• assistimos e participámos num festival de jogos, num bosque, com presença de várias entidades e organizado pelas docentes do jardim-de-infância e as de outra escola que faz igualmente parte do projeto local, onde pudemos ter contacto com as suas tradições e cultura;
• realizámos uma visita a um jardim-de-infância privado, localizado em plena natureza, onde todo o processo de aprendizagem é baseado unicamente na utilização de materiais naturais, com métodos e estratégias de ensino muito diferentes e inovadores.
Para além desta vertente pedagógica, os nossos parceiros da Turquia fizeram questão de nos envolver com a sua história e sua cultura, proporcionando-nos uma ida a TARSUS, onde visitámos a Igreja de São Paulo e o portão de Cleópatra. Diz-se que Cleópatra entrou em Tarsus por este portão do porto para se encontrar com o general romano Marco António em 41 AC, para discutir a criação de uma aliança contra Octávio; uma visita à maior Mesquita de Mersin, De Mugdat, onde fomos recebidas pelo respetivo IMAME que nos envolveu numa oração; uma excursão à Capadócia que nos transportou no tempo e ainda momentos de descontração na Marina e Praias de Mersin colocando sempre a tónica na paisagem, fauna, flora, recursos naturais e na importância da sua preservação.
Foi uma semana de trabalho que não poderá ser esquecida, pela sua intensidade, tanto ao nível dos trabalhos cheios de originalidade e intencionalidade, como ao nível das emoções. Além das incríveis amizades, conhecer um sistema de educação diferente do nosso foi uma forma de enriquecimento cultural, académico, pessoal, profissional e uma forma de crescermos em equipa.

O grupo de trabalho: Cristina Barata, José Duarte, Arminda Dias, e Élia Fiúza Martins