Visita ao Centro de Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova

 

      No passado dia 3 de abril, realizou-se uma visita de estudo ao Centro Ciência Viva da Floresta, em Proença-a-Nova. Este centro é parte integrante da rede nacional de vinte Centros Ciência Viva distribuídos por todo o país e surgem como um dos eixos de atuação da Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica (Ciência Viva), para promover a cultura científica e tecnológica na sociedade portuguesa.
A atividade surge no âmbito dos projectos Aclima-te, Eco-Escolas e Parlamento dos Jovens, e das disciplinas de Ciências Naturais, Físico- Química e Geografia e contemplou os alunos dos 8.º e 9.º anos, PIEF, turma B do 11.º ano e 11.º CPTIS e tinha como objetivos: aceder e aplicar conhecimentos das envolvidas; estimular as práticas laboratoriais e as suas técnicas; estimular o contacto com a investigação científica e reconhecer a importância da floresta; aperfeiçoar a capacidade de observação; promover as relações interpessoais e fomentar a prática da cidadania.
Durante a visita, os participantes tiveram oportunidade de visitar a exposição permanente, um espaço interativo organizado de modo a não só divulgar a ciência que existe na floresta, mas também despertar nos visitantes o gosto pela ciência e sensibilizar cada um para a riqueza e diversidade e fragilidade da floresta. Os alunos visitaram também a exposição temporária, e realizaram um dos workshops disponíveis entre os seguintes: bolo da floresta, sabonetes, carrinho solar, os fungos da nossa floresta, ciência ou magia e gira, gira que o vento agita.
Depois de realizadas todas as atividades previstas, os participantes ficaram sensibilizados para a protecção da floresta e dos seus recursos.

A turma do PIEF  (Programa Integrado de Educação e Formação)